domingo, 21 de dezembro de 2008

Reencarnando nos Dias de Bronze

E eis que a horda tr00 de sangue puro e demôniaco reencarna novamente. Estamos de volta.

Depois de um ano até conturbado, chato, tedioso, ou seja, um ano de DEUS, estamos aqui só para lembrar de algumas horas passadas frente ao sorriso "nobre e gentil", digo, "nobre e sarcástico"  do amanhã.

Talvez para você não, mas esse foi um ano de pré-vestibular para nós da troosphera, digo por "nós", eu e minhas criaturinhas que habitam o doce lar debaixo da minha cama.

Foi incrívelmente idiota passar algumas horas do dia lendo trechos de livros e pensando sobre o quão é vão estudar o crescimento das angiospermas ou a importância nata do estudo dos solos e relevos do interior cearense. É ridículo impor tal "conhecimento" aos jovens e futuros "donos do mundo", isso porque a grande maioria está tão preocupada com toda política mundial e os conflitos internacionais quanto os sapatos na vitrine do vizinho. É ridículo expressar tal admiração pela competência daqueles que souberam colar por toda a vida escolar e na única prova "importante" conseguiram não zerar nenhuma das "importantíssimas" matérias, todos aqueles jovens cérebros fermentando sexo e álcool estavam realmente interessados em provar-se superiores àqueles que sonham apenas com um prato de comida para o dia seguinte.

É realmente tentador sonhar em um dia não ser forçados a estudar, comer, dormir ou qualquer dessas obrigações, ou melhor, direitos que todas as gerações anteriores lutaram para nos garantir. Reclamamos da escola que poucos tem acesso, reclamamos da comida que falta em todos os outros pratos exceto o nosso, reclamamos da liberdade que nos deram, reclamamos por ouvir todo o dia sobre o "aquecimento global" e essas teorias vagas sobre o quão destruímos o mundo porque nós queremos ser os resposáveis por tudo isso. 

É uma belíssima era de Bronze que vivemos. Perdemos nosso Ouro para as gerações que tiveram motivos para lutar e nossa Prata jaz nos ombros daqueles que perderam anos e anos para derrubar a hegemonia imposta pela grande e poderosa Facção de Cristo, e sim, poderíamos perder até nosso Bronze se não fizermos o que estamos fadados a fazer: destruir a nação um pouco mais para fazer com que as próximos gerações tenham o que salvar.

Parabéns meus caros, estamos aqui para vivenciar e participar da auto-destruição voluntária, somos a civilização perdida mais uma vez, eis que sonhamos com Atlantis e fazemos de nossos continente a mesma ilha "mágica" que afundará nos confins dos mares, seja isso graças à Jihad, a uma Guerra Nuclear estúpida ou à simples rebeldia adolescente que grita em nossos peitos e diz "obrigado pela liberdade e todos os direitos, agora o que queremos é perdê-los todos!", ou simplesmente ao ódio às matérias escolares que não nos servirão de nada.

Pelo menos teremos a desculpa que já lutaram por tudo.

4 comentários:

Lucas disse...

Não estou aqui para discordar sua opinião.
Acredito em Deus e, opinião própria já tem esse nome porque é de cada um. Não tenho direito e nem poder de mudar seu modo de pensar.

Mesmo assim,
parabéns pela sua atitude, mostrar se um ateu.

abçs

MatheusH. disse...

/\
||
gay or gay?


.
.
.

satan

YgorGB disse...

Eu lembrei de Age of empires 1, acho que a civilização atual tem que pegar mais comida/madeira pra ve se passa de era

juh disse...

acho digno (K)